fbpx

PERIODONTIA

Periodontia

Cada um dos nossos dentes está integrado ao osso e é unido por um conjunto de estruturas que asseguram o seu funcionamento saudável. No entanto, pode acontecer de essas estruturas que os envolvem e suportam serem afetadas, trazendo consequências negativas para a saúde bucal.

A periodontia é a área da odontologia que lida com esses problemas. No texto de hoje, explicaremos o que exatamente ela é, a quais problemas se dedica e como os tratamentos podem ser feitos. Siga lendo!

O que é a periodontia?

A periodontia é a área da odontologia que tem como objetivo tratar as doenças relacionadas às estruturas que sustentam os dentes. “Perio” significa em volta e “dontia”, dentes.

Essas estruturas são os tecidos:

  • da gengiva, que revestem o osso dos dentes;
  • do cemento radicular, que recobre a raiz dos dentes;
  • do osso alveolar (parte da mandíbula e maxilar) e
  • do ligamento periodontal, que são fibras de colágeno que ligam os dentes ao osso alveolar.

A periodontia trata a doença periodontal que, na verdade, é um conjunto de três doenças as quais vão evoluindo da mais leve até a mais grave, como se fossem estágios: a gengivite, a periodontite e a periodontite avançada.

Como ocorre a doença periodontal?

Tudo começa por uma escovação ruim. Se, na hora de realizar a sua higiene bucal, você não escovar bem os dentes, a placa (revestimento pegajoso de bactérias) pode endurecer, que é quando passa a receber o nome de tártaro.

Essas bactérias acumuladas podem infectar as gengivas e os dentes, impulsionando a perda óssea.

Conheça a seguir as três doenças periodontais:

  • Gengivite: é a inflamação da gengiva, causada pela placa bacteriana. Será possível notar inchaço e/ou vermelhidão nas gengivas, assim como sangramento durante a escovação ou utilização do fio dental. É possível recuperar a estrutura nesse primeiro estágio se os ligamentos periodontais que suportam os dentes ainda não tiverem sido acometidos.
  • Periodontite: nesse estágio, as fibras e os ossos que apoiam os dentes já estão danificados. A gengiva inicia a formação de um tipo de bolsa embaixo da margem gengival, o que irá facilitar mais ainda o desenvolvimento da placa.
  • Periodontite avançada: esse é o estágio mais avançado e é nele que toda a estrutura dos dentes está sendo destruída, fazendo com eles fiquem soltos ou moles. Isso afeta a alimentação, a comunicação e o bem-estar do paciente. Talvez haja necessidade de que os dentes sejam extraídos.

Quais são os tratamentos realizados pela periodontia?

A periodontia trata essas doenças, no entanto, é essencial lembrar que quanto mais cedo elas forem diagnosticadas melhor serão as chances de recuperação. Por isso, é necessário ficar atento aos sinais, como gengivas vermelhas, sangramentos, dificuldade e dor ao mastigar, inchaço e mau hálito.

O tratamento costuma iniciar com uma limpeza bem caprichada cujo objetivo é eliminar toda a placa bacteriana. Normalmente se utilizam ultrassons, polidores e curetas (instrumentos de limpeza) para raspar e destruir as placas, restabelecendo a saúde dental. O especialista pode fazer uso de uma anestesia local.

A boca é dividida em quatro quadrantes e cada um deles recebe atenção em uma sessão diferente, a qual pode durar cerca de 45 minutos a 1 hora. A partir da realização desse procedimento, em uma semana já se pode notar melhora.

Para os casos mais graves da doença periodontal, é feito um tratamento regenerativo, tentando recuperar o máximo possível as estruturas perdidas. Para isso, podem ser usados vários biomateriais, como, por exemplo, substitutos ósseos feitos a partir de ossos bovinos purificados e esterilizados.

Como prevenir a doença periodontal?

Veja a seguir as principais formas de prevenção e não deixe de realizá-las:

  • Escovar bem os dentes depois das refeições, certificando-se de que limpou todas as áreas;
  • Usar fio dental entre os dentes;
  • Manter uma boa higiene bucal durante o dia;
  • Ir ao dentista periodicamente (geralmente de seis em seis meses) para fazer limpeza e check-up.

Caso tenha mais dúvidas, não deixe de procurar um dentista de confiança para que ele lhe explique mais sobre a periodontia, seus tratamentos e sua importância.

Open chat
Agende Sua Consulta