fbpx

RECESSÃO GENGIVAL: SINTOMAS E TRATAMENTOS

Recessão Gengival

Você sente que sua gengiva sangra com facilidade, seus dentes parecem mais sensíveis e com aspecto mais longos do que o normal? A borda da gengiva está com uma cor mais avermelhada? Se a resposta foi sim, para algum dos sintomas mencionados você pode estar sofrendo de recessão gengival.

Continue lendo este artigo e saiba mais sobre este assunto, incluindo onde é possível realizar o tratamento.

O que é Recessão Gengival?

A Recessão Gengival consiste na diminuição da gengiva que cobre o dente, deixando-o mais exposto e aparentemente mais longo. Pode acontecer apenas em um dente ou em vários ao mesmo tempo.

Recessão gengival-1 Recessão gengival-2

 

Quais as causas da Retração Gengival?

  1. Utilizar força excessiva no momento da escovação, uso de escova dental com cerdas mais duras, podem ocasionar um trauma. Algumas vezes esta ação resulta de imediato em sangramento e com o tempo pode ocorrer a recessão gengival.
  2. Gengivas finas: pacientes que apresentam gengivas finas apresentam mais predisposição a desenvolverem recessões.
  3. Desalinhamento dos dentes: dentes mal posicionados na arcada dentária;
  4. Bruxismo: o famoso ranger dos dentes, além de prejudicar a gengiva, precisa de tratamento o quanto antes;
  5. Apertamento dentário: hábito de apertar os dentes, (de modo geral, as pessoas que apertam os dentes nem sempre percebem que fazem isso com frequência, importante observar e se alguém próximo mencionar que você aperta os dentes repetidamente, procure um dentista);
  6. Falta de higiene bucal: ocasionando em acúmulo de tártaro e placa causando inflamação na gengiva;
  7. Fumar: além de todos os riscos à saúde, fumar prejudica a irrigação dos tecidos na gengiva;
  8. Tratamentos ortodônticos: movimentos que jogam os dentes mais para fora do osso podem causar recessões na gengiva.

 Quais os sintomas? 

  1. Podemos identificar que a gengiva fica nitidamente menor: mais retraída, consequentemente os dentes possuem um aspecto alongado, a borda gengival fica mais avermelhada.
  2. Sangramento espontâneo ou causado durante a escovação e uso do fio dental.
  3. Dor na gengiva, mau hálito ( em relação ao mau hálito, é importante ressaltar que muitas vezes, as pessoas acreditam que seja de origem estomacal, contudo ele pode estar diretamente ligado a alguma doença bucal, neste caso especificamente após realização de exames, o periodontista identifica que está relacionado aos danos sofridos na gengiva);
  4. Sensibilidade nos dentes: devido a perda da gengiva que protege o dente, a raiz do dente fica exposta e, consequentemente, a sensibilidade fica mais perceptível, quando a pessoa ingere alimentos mais frios ou bebidas geladas,
  5. Dentes podem apresentar mobilidade: os dentes ficam perceptivelmente mais moles;

Formas de prevenção da Recessão gengival:

Assim como muitas outras doenças bucais, trabalhar com a prevenção é sempre a melhor opção.

Prevenção consiste em: mudança de hábitos de higiene bucal, uma boa limpeza, uso de fio dental, avaliações periódicas com o seu periodontista, correta escovação, uso de placas que protegem os dentes, correções de dentes mal posicionados com tratamento ortodôntico.

O que a Recessão Gengival pode provocar caso não seja tratada?

A gengiva e o osso são responsáveis pela proteção dos dentes, caso ocorra progressão da recessão e não tratamento o dente pode começar a ficar com mobilidade até a perda dentária.

Sem falar da autoestima do paciente que fica comprometida devido ao aspecto de dente alongado ao sorrir.

Quais os tratamentos para a Recessão Gengival?

As recessões devem ser diagnosticadas sempre no início e para que isso aconteça é fundamental visitas periódicas ao periodontista.

Pacientes que usam escovas dentárias adequadas e com boa higiene bucal, apresentam gengivas mais saudáveis e com menos chance de desenvolverem recessões.

Existem várias causas que ocasionam em recessões e o tratamento está diretamente relacionado a causa. Ou seja, somente identificando e classificando o tipo de recessão gengival será possível desenvolver o tratamento adequado.

Enxertos

O tratamento cirúrgico para as recessões são os enxertos. Esse Procedimento consiste em remover pele de uma parte do corpo e transplantá-la em outra, neste caso na gengiva. Os enxertos são removidos do céu da boca e colocados nas regiões das recessões.

Observe como é notável a diferença e importância do tratamento correto, realizado pelo profissional periodontista.

Enxerto gengival Enxerto gengival 2

O tratamento devolve ao paciente o sorriso mais bonito, diminuindo o aspecto que causava desconforto e baixa autoestima.

Para conhecer melhor sobre este tratamento, acesse Tratamento Periodontia, além da recessão gengival oferecemos outros cuidados na área Periodontal.

Diferentemente de outras doenças bucais, a Recessão Gengival pode não apresentar nenhum desconforto no primeiro momento.  Assim, os sintomas iniciais podem apresentar-se de forma silenciosa e por isso alguns pacientes adiam a consulta com o dentista.

É importante ressaltar que até para aqueles que notam os sintomas mencionados como: gengiva menor, dor, sangramento espontâneo, dentes mais moles, ainda sim existe um tempo de demora entre o sintoma e a procura de tratamento especializado. Porém, como vimos anteriormente os sintomas evoluem de forma rápida e podem causar danos permanentes.

Mantendo consultas periódicas com o profissional periodontista, seja na realização da prevenção, ou seguindo o tratamento sua saúde bucal estará garantida por muito mais tempo.

Se estiver localizado na região de Goiânia pode conferir todos os cuidados desde a avaliação, prevenção e tratamento adequado voltado diretamente para doença periodontal, não deixe agendar uma visita e cuidar do seu sorriso da forma que você merece.

 

Dra. Caroline Machado
Dra. Caroline Machado
Periodontia
CRO-GO 6376

Deixe uma resposta

Open chat
Agende Sua Consulta
Powered by