fbpx

Quando devo levar meu filho ao dentista?

quando levar meu filho ao dentista

O odontopediatra é um profissional muito importante para cuidar da saúde bucal de crianças de qualquer idade. Aliás, os dentes, gengivas e todo o interior da boca merecem atenção especial desde os primeiros anos de idade. Além disso, se as crianças se adaptarem a irem ao dentista desde cedo, menores são as chances de desenvolverem o famoso medo de dentista.

E muitos pais ainda perguntam: quando devo levar meu filho ao odontopediatra? Essa dúvida é muito comum e, em geral, acontece por duas razões, a crença de as cáries em crianças bem pequenas são raras ou que por terem poucos dentes (e de leite) não há a necessidade de levar a criança ao dentista.

Neste post, veremos quando é a hora certa de levar o filho ao odontopediatra. Acompanhe!

O que é um odontopediatra?

Trata-se de um dentista especializado em cuidar da saúde bucal das crianças, desde bebê, até a adolescência. Em geral, o odontopediatra atende até o adolescente até os 12 anos, porém ele pode acompanhar o indivíduo até os 18 anos — sendo ótima opção sobretudo quando o adolescente possui algum problema específico nos dentes ou na gengiva, e já está sendo acompanhado pelo mesmo profissional.

Esse profissional está preparado para atender crianças de todas as idades e conquistar a confiança delas, mesmo aquelas que já são traumatizadas por consultas anteriores.

Quando deve ser a primeira consulta ao odontopediatra?

A primeira visita do seu filho ao odontopediatra deve acontecer quando ele ainda é um bebê (isso mesmo!). E ela deve ser feita bem cedo, antes mesmo do nascimento do primeiro dentinho. Assim, o ideal é levar o bebê ao dentista quando ele estiver com seis a sete meses de vida.

Isso porque, antes mesmo dos dentes nascerem, as orientações de limpeza da cavidade oral são cruciais para que os pais ajudem a evitar a formação de cáries nos pedacinhos de dente que começam a surgir na boquinha.

A primeira consulta do bebê ao odontopediatra também é uma excelente maneira de ambientar o seu filho no consultório dentário, de ele se familiarizar com a figura do profissional e, ainda, de começar a se sentir seguro e confortável durante a avaliação.

É muito importante que tanto o odontopediatra quanto os pais fiquem atentos para que a primeira consulta não seja traumática para os filhos e também para os pais. Na verdade, o ideal é que ela se pareça como um encontro agradável entre o bebê e o profissional que cuidará da saúde bucal da criança por muito tempo.

Como será a primeira consulta do bebê ao odontopediatra?

Na primeira consulta, serão feitas apenas avaliações simples da cavidade bucal buscando avaliar o desenvolvimento dos dentinhos e ensinar aos pais como seve ser feita a limpeza da área.

Além disso, ainda serão dadas orientações sobre os cuidados que os pais precisam ter com a saúde oral do seu filho a partir da primeira consulta e por muito tempo, até que ele seja capaz de cuidar dos próprios dentes. O odontopediatra orientará quais são os melhores modelos de escovas e cremes dentais que para serem usadas nos primeiros cuidados bucais das crianças.

Por fim, mas não menos importante, o dentista ainda orientará sobre o que fazer se o bebê começar a sentir dores e incômodos quando os dentinhos começarem a nascer. Algumas sugestões que eles podem dar e como fazê-las do modo adequado são:

  • Picolé de leite materno;
  • Palitinhos de cenoura;
  • Objetos para morder;
  • Massagem na gengiva;
  • Massagem shantala;
  • Massagem de reflexologia;
  • Compressa de Calêndula.

Quando voltar ao odontopediatra com meu filho?

Após levar o filho ao odontopediatra pela primeira vez, o profissional dirá qual deve ser a próxima ida e a periodicidade das consultas. Em geral as consultas são realizadas de seis em seis meses. Essas visitas visam a prevenção de doenças que podem surgir na cavidade oral do bebê e da criança.

Além disso, os dentistas acompanharão o crescimento dos dentes verificando se a erosão está acontecendo da maneira correta, o que pode afetar a funcionalidade dos dentes, bem como sua estética. O dentista avaliará a ocorrência de sangramentos na gengiva, a presença de cárie em algum dente, dores e lesões estruturais que prejudiquem a mastigação e a fala da criança.

Quais tratamentos são realizados nestas consultas?

Durante o desenvolvimento da criança e desenvolvimento dos dentes, as consultas com o odontopediatra tendem a mudar seu foco inicial de profilaxia. Contudo, as visitas ao dentista sempre têm como objetivo zelar pela boa saúde da boca (dentes, gengivas, céu da boca e estrutura óssea).

Os tratamentos feitos à medida que o seu filho vai com frequência ao dentista são:

  • Orientações sobre os cuidados com a saúde das gengivas e dos dentes;
  • Limpeza dos dentes e da cavidade oral, além da profilaxia;
  • Identificação e tratamento de possíveis lesões no interior da boca;
  • Exames físicos completos;
  • Avaliação através de exames de imagens, como as radiografias e outros exames.

A primeira visita ao odontopediatra é uma consulta tão importante quanto todas as idas futuras a esse profissional da saúde durante a vida da criança.

 

Dra Aline
Dra. Aline Peres
Odontopediatria
CRO-GO 10017

 

Deixe uma resposta

Open chat
Agende Sua Consulta