fbpx

O que fazer quando as crianças rangem os dentes?

O que fazer quando as crianças rangem os dentes

No meio da noite, você escuta um som de ranger os dentes que você nunca ouviu em sua casa. Você segue o som para checar de onde ele vem e, para sua surpresa, vem do quarto do seu filho, você acelera o passo e para quando percebe que é ele que está rangendo os dentes. Então você fica despreocupada, pois “deve ser um pesadelo”, pensa. No entanto, percebe que a criança range os dentes em várias noites. O que fazer quando as crianças rangem os dentes? É o seu pensamento. 

Isso até parece o início de uma história de terror, mas não é. Hoje em dia, com os filhos cada vez mais atarefados as crianças rangem os dentes com muito mais frequência do que se imagina e, geralmente, a causa é o estresse e a ansiedade gerados pelas muitas ocupações — e o desejo dos pequenos em dar conta de todas elas. 

Se essa história parece familiar a você ou se você tem certeza que ela está acontecendo em sua casa, continue lendo e veja o que fazer quando as crianças rangem os dentes. 

Meu filho range os dentes: o que pode ser? 

O ranger dos dentes pode acontecer de dia, mas é muito mais comum a noite. Durante o dia, pode acontecer o apertamento dos dentes. As duas condições estão relacionadas a um mesmo problema, o bruxismo. Mas por que isso acontece? As causas mais comuns são o estresse e a ansiedade causadas por algum trauma emocional vivido pela criança ou por cansaço excessivo devido à sobrecarga de tarefas — o que também pode deixar o seu filho estressado. 

Por que as crianças rangem os dentes por problemas emocionais? 

Nos primeiros anos de vida, a boca é a entrada para a vida. Um exemplo: é por meio da sucção, durante a amamentação, que os pequenos resolvem suas necessidades físicas (se alimentar) e também emocionais (o contato direto e íntimo com a mãe).  

O que é bruxismo? 

Bruxismo é o nome que se dá ao movimento involuntário que ocorre da mandíbula, ocorrido, em geral, quando adormecemos e atinge cerca de 19% das crianças (de acordo com o Portal Neurologia Infantil), mas acontece em todas as idades, como adolescentes em fase de vestibular e na idade adulta. Se ele persistir por muito tempo causa vários problemas, que conheceremos a seguir. 

Outro dado importante é que 21% a 50% das crianças com bruxismo têm parentesco direto com portadores do mesmo problema, como pais e irmãos. 

Tipos de bruxismo 

  • Bruxismo do sono: se dá quando a criança está dormindo. 
  • Bruxismo em vigília: acontece quando a criança range os dentes mesmo acordada (normalmente de forma inconsciente). Esse ranger geralmente acontece juntamente com o apertamento dos dentes. 

Quais as causas do bruxismo? 

Vários fatores podem levar ao problema, ainda que na maioria das vezes ele seja causado por problemas emocionais.  

Estresse  

O estresse na infância pode ocorrer após um trauma emocional, como a separação dos pais, morte de alguém muito próximo e querido, mudanças de escola, bullying, problemas escolares diversos, abusos, entre outros; 

Cansaço extremo  

A fadiga na infância se deve quando ela exerce várias atividades escolares e extra escolares, além de falta de rotina no horário de dormir; 

Problemas físicos 

Entre os problemas odontológicos estão a má oclusão, a mordida desalinhada (que é consequência do uso demasiado de chupeta e/ou mamadeira em excesso). Há ainda, os problemas respiratórios (como rinite alérgica e asma — que obrigam a criança a respirar pela boca enquanto ela dorme) 

Os fatores genéticos também podem ser responsáveis pelo aparecimento do ranger dos dentes em crianças. Crianças que não dormem bem têm maiores chances de ranger os dentes a noite, bem como as que são portadoras de certas doenças neurais, como transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Além disso, alguns problemas nutricionais podem causar o bruxismo. 

Deixar que as crianças fiquem muito tempo usando aparelhos eletrônicos (smartphones, tablets, computadores) e em frente da televisão pode agravar o problema das crianças que rangem os dentes. Isso porque, ao passarem muitas horas concentradas nas telas, os pequenos tendem a ranger ou apertar os dentes, mesmo durante o dia).  

O que fazer quando a criança range os dentes? 

Ao perceber que a criança está rangendo os dentes, a primeira providência a ser tomada para confirmar se é um caso de bruxismo é levá-la a um cirurgião-dentista preferentemente ao especialista em DTM (disfunção têmporo mandibular) e dor orofacial. Em geral, o tratamento  é o uso de placas miorrelaxantes, que podem ser usadas durante a noite e em alguns casos, durante o dia. 

Ranger os dentes prejudica a criança? 

Sim, com certeza. Crianças que rangem os dentes com muita frequência, têm seus dentes desgastados e podem apresentar maior sensibilidade dental. Os dentes ainda podem ficar serrilhados, fazendo com que a língua e outras partes da boca amanheçam sensíveis ou mesmo cortadas. Além disso, ao ranger os dentes com muita frequência e com muita força, podem ocorrer fraturas nos dentes.  

Como prevenir o bruxismo? 

Para evitar, ou pelo menos minimizar a chance da criança ter bruxismo, certos cuidados podem ser adotados como, por exemplo, incentivar que o bebê mastigue, assim que ele começar a comer alimentos sólidos.  

É possível, ainda, tomar precauções na vida emocional da criança. Uma maneira é estabelecer uma rotina tranquila para diminuir as situações de ansiedade e estresse. No momento de dormir, por exemplo, é fundamental garantir um ambiente tranquilo e evitar que a criança vá para a cama com aparelhos eletrônicos. 

Além disso, os pais e responsáveis podem implantar hábitos saudáveis nas crianças, desde bem pequenas, podendo diminuir as chances de a criança começar a ranger os dentes, tais como: 

  • Ter uma alimentação saudável;  
  • Praticar esportes ou exercícios físicos; 
  • Manter um estilo de vida saudável; 
  • Tirar a televisão do quarto das crianças; 
  • Incentivar a criança a deitar sem o smartphone; 
  • Evitar resolver problemas de adultos (incluindo discussões) na frente das crianças; 
  • Providenciar uma terapia para a criança que enfrenta um problema emocional. 

Como identificar e tratar o ranger dos dentes? 

Identificando o bruxismo 

Em geral, e durante a noite que se observa se as crianças rangem os dentes. Com o silêncio da casa, os pais podem ouvir o filho rangendo e apertando os dentinhos. Mas é possível observar o problema durante o dia também, principalmente quando a criança está muito concentrada em algo e começa a apertar os dentes de cima contra os de baixo.  

A identificação do problema pode se dar com as queixas dores de cabeça constantes pela criança, já que é muito comum que o problema cause dores de cabeça — embora a cefaleia possa ser relacionada a outros fatores, como problemas de visão. 

Outra maneira de identificar que a criança está rangendo os dentes é através de uma consulta de rotina ao dentista, que pode observar que a maioria dos dentes estão desgastados e que a criança sente muita sensibilidade no simples toque aos dentes. 

Tratando o bruxismo 

As formas de tratamento são várias e variam segundo as particularidades de cada criança. O cirurgião-dentista vai orientar os pais a procurar os especialistas que ajudarão no tratamento, como um especialista em ATM, um ortodontista e, se for o caso, um psicólogo. 

Um especialista em ATM fará uma placa de mordida miorrelaxante (que a criança deverá usar enquanto dormir), um ortodontista poderá tratar do problema se este for causado por má oclusão ou mordida desalinhada, um neurologista pode tratar uma criança com hiperatividade. Há casos em que mais de um profissional deverá tratar a criança com bruxismo. 

E então, gostou desse conteúdo que explica o que fazer quando as crianças rangem os dentes? Saiba mais sobre o assunto em: Bruxismo infantil: o problema que afeta muita gente. 

Dra Aline
Dra. Aline Peres
Odontopediatria
CRO-GO 10017

 

Deixe uma resposta

Open chat
Agende Sua Consulta